Concepção, Gestação, Bebê e Infância
Casal e Família
Relações de Gênero
Sexualidade Humana
DST's & AIDS
Métodos Contraceptivos
Estresse & Ansiedade
Medos & Fobias
Saúde & Prevenção
Hábitos e Disfunções Alimentares
Qualidade de Vida
Neurociências
Dependência química
Farmacologia
Psicologia Organizacional
Psicologia Acadêmica
Psicologia do Trânsito
Ética & Legislação
Direitos e Declarações Universais
Instituições
Notícias
Indicações Bibliograficas
Utilidade pública
Normas e Responsabilidades
Sobre o Site



Marcos A. L. Renna - Contato: 2965-4042 / 98458-4892
Antidepressivos
Home » Farmacologia » Antidepressivos » Tema

Nortriptilina
27/08/2006 - 21h34m

PAMELOR

A Nortriptilina é um antidepressivo tricíclico cujo mecanismo de ação é desconhecido. Inibe a ação de certos neurotransmissores, como a histamina, a serotonina e a acetilcolina, e aumenta o efeito pressor da noradrenalina, mas bloqueia o da fenetilamina.

Indicações
Síndromes depressivas de diversas etiologias; a depressão endógena parece responder melhor que outros estados depressivos. Depressão reativa, neurose reativa, neurose depressiva, coadjuvante da terapêutica hormonal na síndrome do climatério, arritmia ventricular, incontinência urinária.

Dose
Adultos: 100mg diários divididos em 4 tomadas. Adolescentes e idosos: 30 a 50mg diários divididos em tomadas ou como tomada única.

Superdose
Pode provocar confusão, agitação, vômitos, rigidez muscular, hiper-reflexia, taquicardia, choque, falha cardíaca congestiva, estupor, coma, convulsões seguidas de depressão respiratória. Deve ser intituído tratamento de suporte; o uso de digitálicos pode auxiliar em casos de insuficiência cardiovascular ou falha cardíaca. O diazepam age como anticonvulsivante com pouco efeito sobre a depressão respiratória.

Reações adversas
São basicamente devidas à ação anticolinérgica do medicamento: boca seca, sonolência, constipação, retenção urinária, midríase, insônia. No caso de retirada brusca podem aparecer dor de cabeça e mal-estar.

Precauções
Pode provocar exacerbação das psicoses dos pacientes esquizofrênicos. Não deve ser administrada nos primeiros 3 meses da gravidez nem a crianças menores de 6 anos, até não haver maiores informações a respeito. Devido ao seu efeito anticolinérgico, deve ser empregada com precaução em pacientes com glaucoma ou hipertrofia de próstata ou com transtornos cardiovasculares, hepáticos ou renais severos e quando é associada com simpatomiméticos.

Interações
Em pacientes medicados com IMAO é aconselhável deixar transcorrer pelo menos 2 semanas desde a interrupção, antes de iniciar o tratamento com nortriptilina. Deve ser evitada a ingestão simultânea de álcool ou fármacos estimulantes do SNC. A cimetidina aumenta os níveis séricos de nortriptilina.

Contra-indicações
Hipersensibilidade a outros benzodiazepínicos. Período de recuperação do infarto de miocárdio. Não deve ser administrado simultaneamente com IMAO. Se tiver de ser mudada a medicação de IMAO para nortriptilina ou vice-versa, é necessário abandoná-la umas duas semanas antes de receber a outra.

PAMELOR® - (NOVARTIS)
Composição: Cada cápsula contém 50mg e 75mg de nortriptilina. Cada ml de solução oral contém cloridrato de nortriptilina equivalente a 2mg de nortriptilina base.




Nome:

E-mail:

Telefone:

Dúvida:

Código de segurança (Repita o código):
 



Seu Nome:

Seu E-mail:

Nome do amigo:

E-mail do amigo:

Mensagem:

Código de segurança (Repita o código):
 


Home :: Eventos :: Dicionário :: DSM-IV :: CID-10 :: Contato               PsicNet - Todos os direitos reservados